CATEGORIA

SPIC Brasil avança na modernização da UHE São Simão com execução do maior pacote das obras

10 de abril de 2023

Novos equipamentos previstos para a Casa de Força e Tomada D´Água da hidrelétrica trarão mais eficiência e segurança para a operação

A modernização da Usina Hidrelétrica São Simão, conhecida como Projeto Missão Futuro, avança em 2023 com investimentos da ordem de quase R$ 300 milhões aplicados pela SPIC Brasil. Iniciado em 2019, o projeto de modernização, que foi dividido em 7 pacotes, conta com quatro pacotes em andamento e um totalmente concluído, tornando a usina cada dia mais eficiente, segura e moderna. Considerando todos os pacotes, o Missão Futuro prevê um investimento de mais de R$ 1 bilhão ao longo dos anos de projeto. Neste momento, está em andamento o quinto e maior pacote das obras, que inclui a modernização de todas as Unidades Geradoras, e da Tomada D’Água, além de outras estruturas e sistemas importantes para a usina.

Todo o pacote cinco representa mais de 70% do total investido pela SPIC Brasil na modernização da UHE. As unidades geradoras serão modernizadas uma a uma, com a primeira parada prevista para julho de 2023. Cada parada de máquina para modernização terá a duração de aproximadamente 10 meses. A expectativa é de que todas as unidades geradoras estejam modernizadas até o final de 2029.

Além da modernização das unidades geradoras, o pacote 5 também inclui a modernização dos sistemas auxiliares mecânicos, elétricos e de automação da Casa de Força, chamados de BOP (Balance of Plant). Ele está sendo conduzido pelo consórcio formado pelas empresas GE Hydro e PowerChina.

Empregabilidade

As obras de modernização contarão com cerca de 350 trabalhadores ao longo desse ano, principalmente nas áreas de administração, construção civil, elétrica, mecânica e automação. “O trabalho tem exigido os melhores profissionais do setor, atuando com alta performance, organização e eficiência. A contratação de mão de obra nesse ano será de responsabilidade das empresas contratadas para execução da modernização, cabendo à SPIC Brasil a fiscalização e monitoramento das atividades, bem como a manutenção da comunicação para a comunidade.”, explica André Pereira, COO da SPIC Brasil.

A UHE São Simão tem quase 45 anos de operação, e e seus equipamentos requerem uma atenção especial quanto à vida útil. Segundo André, a modernização é fundamental para garantir a boa atuação e disponibilidade da usina, no mínimo, até o término do contrato de concessão, que é de 30 anos. “O Projeto Missão Futuro é um legado que tornará a UHE São Simão ainda mais eficiente, segura e moderna”, conclui.

Portas abertas com a comunidade

A SPIC Brasil mantém diálogo aberto e constante com as comunidades que vivem no entorno da UHE para tirar dúvidas e dar mais informações sobre o projeto de modernização. O contato pode ser realizado através do e-mail portasabertas@spicbrasil.com.br

O que procura?